Seu pet se coça?


Hoje em dia existe uma série de doenças que podem causar coceira (prurido) nos animais, é um sintoma comumente visto por exemplo nas alergias dos animais, e pode ser iniciado com uma leve irritação na pele em regiões variadas ou até mesmo evoluir causando lesões traumáticas na pele do animal;

pode ser o primeiro sintoma para uma doença de grau importante, sendo ela de pele ou outra origem que deva ser investigada.
Doenças como infecções bacterianas, fúngicas, parasitarias, inflamações, doenças endócrina, dores e até mesmo distúrbios psicogênicos podem ser causas de prurido nos animais, lembrando que podem ser doenças diferentes que podem ocorrer isoladamente ou em conjunto. O diagnóstico bem-sucedido é baseado em uma consulta com coleta de inúmeras informações, avaliação do animal e a realização de exames também é imprescindível.

É importante entender que mesmo quando as lesões de pele são parecidas com as de outros animais bem como os sintomas, pode se tratar de problemas completamente diferentes, e não devem em hipótese alguma serem tratadas da mesma forma, isso pode piorar muito o quadro e dificultar o diagnóstico e o tratamento posteriormente.

Algumas alergias realmente não possuem cura mas possuem um ótimo controle, antes desse diagnóstico o animal deve passar por testes, exames e avaliações constantes de um profissional para a busca correta do melhor tratamento com diagnóstico estabelecido e esclarecido. O acompanhamento deve ser constante para evitar as crises recorrentes e o animal viver com boa qualidade de vida.

Portanto, se o seu animal apresenta um ou mais sintomas como: coceira (prurido) excessiva, lembrando que em gatos a lambedura excessiva é uma forma de prurido, pele avermelhada, lesões e/ou descamação na pele, lambedura de patas excessiva, alterações no pelame como queda, pelame opaco, vermelhidão em dobras cutâneas, vermelhidão ao redor dos olhos, otites recorre



0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *